quinta-feira, 3 de agosto de 2017

O bom Humor nos negócios




Será que um sorriso ajuda nos negócios?

Recentemente ganhei uma camisa de presente de aniversário, como o tamanho era grande, precisei ir trocar na loja, que é de boa referência na cidade por sinal. Chegando lá uma vendedora me atendeu, digamos que não com o melhor sorriso (na verdade não sorriu nada); talvez por já ter visto eu entrando com uma sacolinha da loja, e percebido que era uma troca. Ela fez a troca e não ofereceu nada a mais, não ofereceu água, um café, não perguntou se eu conhecia a loja. Como eu nunca tinha entrado na loja, seria uma ótima oportunidade para conhecer as roupas masculinas que eles vendem. Ou seja, perdeu uma grande oportunidade.

Uma loja investe em marketing um valor considerável, mas não cobra da sua equipe para atender bem o cliente, vejam que um sorriso poderia ter feito uma grande diferença. Pequenos gestos fazem toda a diferença nos negócios. Como empreendedor, penso em atender bem o cliente, em treinar a equipe, em sair para a rua onde está acontecendo os negócios.
Quantas vezes chegamos em um estabelecimento e esquecemos de falar bom dia, boa tarde, boa noite, ou na hora de sair de agradecer com um simples “obrigado”, palavras simples.

O mercado é instável, em vários momentos tivemos crise econômica, e elas passaram, tenha fé que os negócios vão melhorar, mas também faça a sua parte. Verifique se sua equipe está atendendo bem, se é possível melhorar em algum processo, em ter um atendimento excelente. Sim excelente, porque o cliente atualmente está conectado com as mídias sociais e é possível comparar seu produto ou seu serviço com seus concorrentes em uma velocidade nunca vista, além dos comentários que podem ser feitos e prejudicar seu negócio.

A internet mudou toda a maneira de se relacionar com o cliente. É comum utilizarmos o celular enquanto estamos comprando um produto na loja, seja para enviar a foto para um amigo ou parente, ou até mesmo avaliar a loja no Google.

Não podemos esquecer o senso de humor do ambiente de trabalho. Eu já trabalhei em empresas onde o ambiente era muito pesado, e em outras onde a energia era muito carregada.
Sempre digo que uma empresa é feita de tijolos, paredes, e que ela não necessariamente faz nada de errado e não atende mal. Por exemplo, quando alguém reclama de uma empresa, fala que não gosta daquele estabelecimento ou produto, mas na verdade quem fez um atendimento ruim foi algum funcionário. Não conheço nenhum empreendedor que abre seu negócio pensando em prejudicar o cliente, e com isso acredito que o que faz a diferença é a equipe, os colaboradores, a chefia, o diretor da empresa, ou seja, são as pessoas que estão ali naquele momento.

Acredito que somos responsáveis pela vida que levamos. O pensamento negativo, de uma maneira intensa no seu dia a dia, vai acabar contaminando o ambiente e diminuindo a possibilidade de sucesso do seu negócio.

Otimismo ajuda muito, pense positivo e vamos à ação. Vamos contagiar nosso ambiente de trabalho, nossos amigos, vizinhos e principalmente nosso lar.

E aí como está o seu humor hoje?

Tenha bons negócios e que Deus nos acompanhe.
Até o próximo artigo.

Nivaldo J Silva, diretor do CIESP de Santa Bárbara d´Oeste, diretor